domingo, 3 de janeiro de 2010

Novo poema: Língua dos versos, de E. de Andrade

Eugénio de Andrade

Começamos o ano com um poema de Eugénio de Andrade. Haverá melhores formas para dar os primeiros passos neste 2010, mas esta não é, de maneira nenhuma, má.
E para continuarem, caros leitores, com este magnífico poeta beirão, podem visitar a sua Fundação. Boa viagem!

A nossa edição do poema: Eugénio de Andrade, Próximo al decir, 
Salamanca, Amarú ediciones, 1993. Tradução: José Luis Puerto.

1 comentário:

nieves disse...

Eugénio de Andrade, o melhor (depois de Pessoa) :)