quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

A esplanada



A primeira imagem do livro Vamos contar histórias é "A esplanada". Duas alunas do Curso Monográfico (40 horas de português, aproximadamente), fizeram estes dois excelentes trabalhos:

Acabei de chegar à cidade. Eu saio com minha câmera. Eu vejo uma grande avenida. Vejo um carro de esporte que viaja na estrada. Eu vejo no fundo umas cúpulas de um grande edifício. Na esplanada de um café há pessoas sentadas muito felizes. Alguns falam e riem, outros olham em silêncio. Pensei ir andando e tirar fotos... Mas agora eu prefiro sentar-me na esplanada e olhar, falar ou rir. Vou beber um chá.

(Isabel Hermosell)


Há um restaurante com grandes janelas. Há cinco mesas cheias de pessoas, tomando café e falando e a escrever uma carta. A igreja está longe. Há árvores e dois candeeiros altos. Há um autocarro que vai muito depressa. O desportivo vermelho é o sonho do meu filho.


(Rosario Blázquez)

Obrigado por partilhar connosco os vossos trabalhos!

5 comentários:

Anónimo disse...

» A Igreja está longe» é uma frase que não está correcta , dado que se trata de posição fixa no espaço , deve escrever-se è , no sentido de ficar e não Estar ...
As grandes dificuldades dos hispano falantes reside nestas diferenças do verbo ser e estar . Por outro lado , o esportivo como adjectivo para carro não existe , mas sim desportivo.
Cump
_ JRodrigues

S disse...

Sei que não me devia meter, caro JRodrigues, mas não consigo deixar de sentir este blogue, ainda, um bocadinho como a minha casa. Sei que o Chema e a Esther não se chatearão por eu estar a intervir.

Os trabalhos que se publicam aqui são os trabalhos dos alunos, sem restrições nem correcções. Cada blogue tem a sua linha editorial e quando no ano passado o criámos (o Chema e eu) a nossa foi esta, um blogue onde os alunos não tinham que passar pelo crivo da correcção. As correcções aos trabalhos são feitas dentro da sala de aula e a quem de direito. Agradecemos os seus comentários e ajudas mas a verdade é que algumas delas deveriam ser revistas. Em relação à utilização do verbo estar nesta situação depende do sentido que se lhe queira dar. Se a pessoa que está sentada na esplanada tiver que ir à missa, e como tal tiver de se deslocar até à igreja, pode perfeitamente afirmar que a igreja está longe. E, no que diz respeito a esportivo, em Português do Brasil é assim que se diz.

Seja como for todas as perticipações são bem-vindas. Obrigada.

S disse...

Obviamente queria ter escrito "participações" e acertei na tecla errada.

Já agora, parabéns às duas alunas que tão bons trabalhos construiram :)

Anónimo disse...

Compreendo a linha editorial do blogue. O português é quase irrepreensível , mas há algumas coisas que não estão correctas . Em primeiro lugar não ponho em causa a forma de como se diz desportivo no Brasil . O que temos de saber é se estamos a utilizar essa variante ou não , e nos textos em questão é a variante europeia que predomina .
Escuso-me a apontar exemplos. No que diz respeito aos usos do ver estar por ser , e depois estar por ficar ou ser , não são currectos . O filme não está baseado , mas é baseado , no sentido de extraído , e nunca uma igreja está , mas fica por razões que apontei .
Há diferenças de uso do verbo ser e estar muito ténues nas duas línguas .

Cumprimentos
JLRodrigues

Anónimo disse...

È claro que correcto , é assim mesmo de correcção ... são os »erros dos dedos» .
obrigado
L odrigues