quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Orfeu Negro

cartaz Orfeu Negro
Orfeu Negro (1959)
Realizador: Marcel Camus

Não é preciso terem ouvido falar de Orfeu e a sua Eurídice para disfrutarem deste filme, mas se já conheciam o mito, o filme adquire outros significados.
Trata-se de uma reinterpretação livre da história, Ovídio ia ficar admirado con este semideus Orfeu que além de dançar samba e tocar violão, é preto. Cá estão quase todos os elementos da tragédia original, os dois protagonistas, as ménades e a Morte, vestidos con as fantasias correspondentes; o Mensageiro, o deus sol, Caronte, o cão Cérbero, a Esperança... aos senhores corresponde identificá-los.
E há muito mais, está a música maravilhosa de Vinícius, o carnaval de Rio como cenário, as danças desenfreadas das multidões, e mesmo rituais de vudu.
Não percam.

Lucinia (2º NA)

4 comentários:

Departamento Português disse...

Excelente comentário, anónimo/a aluno/a. Já sabem que o filme está na biblioteca e pode ser requisitado em qualquer momento.

Chema DG.

mafaldinha disse...

Muito bom filme, é verdade; excelente análise, querido/a aluno/a, mas a verdade é que para direccionar correctamente este elogio era agradável que se tivesse identificado ;)

Susana

Departamento Português disse...

Como se pode entender no comentário anterior enganei-me no alias utilizado. Mas sou a mesma, garanto-vos.

Susana

Anónimo disse...

o que eu estava procurando, obrigado